Porto Alegre, sexta-feira, 20 de outubro de 2017
   

Deputado Raul Carrion - PCdoB-RS

O Partido Comunista do Brasil no Rio Grande do Sul
1922-1929


 

6. - FONTES E BIBLIOGRAFIA CONSULTADAS

1 - Bibliografia teórica:

1.          GRAMSCI, Antonio. La política y el Estado moderno. Barcelona: editorial Planeta-DeAgostini, 1993. 207 p.

2.                                        . Escritos Políticos (1917-1933). 4ª ed. México, Siglo veintiuno editores, 1977. 386 p.

3.          LÊNIN, V. I. Obras Escolhidas. Tomo 1. 2ª ed. São Paulo: Editora Alfa-Omega, 1982. 765p.

4.          __________ Obras Escogidas. Tomo 3. Moscou: Editorial Progreso, 1961, 893p.

5.          __________ Partido proletário de novo tipo. Portugal: Edições Avante, 1975. 171 p.

6.          __________ Sobre os princípios de organização do partido do proletariado. Lisboa: Edit. Estampa, 1976. 297 p.

7.          MARX, Karl. Miséria da filosofia. São Paulo: Grijalbo, 1976. 222 p.

8.          ___________. O Capital, Livro 2, Vol. 3. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 1980, 579.p.

9.          MARX, Karl e ENGELS, Friedrich. A Ideologia Alemã, v.1. Lisboa: Editorial Presença, SD, 311 p.

10.      ____________________________ Obras Escolhidas. Volume 1. São Paulo: Alfa-Omega, S/D, 381p

11.      ____________________________ Obras Escolhidas. Volume 3. Rio de Janeiro: Editorial Vitória, 1963, 352 p.

12.      MARX, Karl; ENGELS, Friedrich; LÊNIN, V. I. Acerca del Partido. Buenos Aires: Editorial Polémica, 1974. 94

13.      MARX, Karl; ENGELS, Friedrich; LÊNIN, V. I.; TROTSKI, León. A questão do Partido. São Paulo: Kairos Livraria e Editora, 1978. 136 p.

14.      THOMPSON, Edward P. A formação da classe operária inglesa, v.1. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1987.

15.      VÁRIOS AUTORES. Teoria marxista del partido político/1. 10ª ed. México: Ediciones Pasado y Presente, 1987, 114 p.

16.      _____________Teoria marxista del partido político/2. 6ª ed. México: Ediciones Pasado y Presente., 1979. 156 p.

17.     _____________Teoria marxista del partido político/3. 2ª ed. México: Ediciones Pasado y Presente., 1976. 136 p.

2 - Publicações sobre o Partido Comunista do Brasil:

1.      ALVES, Vania Malheiros Barbosa. Vanguarda operária: elite de classe? Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1984. 173 p.

2.        AMAZONAS, João. 70 anos de um partido que se tempera na luta. In: Princípios Nº 25. São Paulo: Editora Anita Garibaldi , maio/junho/julho de 1992. p. 4-8.

3.      ANTUNES, Ricardo. Classe operária, sindicatos e partido no Brasil. 3ª ed. São Paulo: Cortez Editora - Editora Ensaio, 1990.

4.      BANDEIRA, Moniz et al. O Ano Vermelho: A Revolução Russa e seus reflexos no Brasil. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 1967, 418 p.

5.      BAUSBAUM, Leôncio. Uma vida em seis tempos. São Paulo: Editora Alfa-Omega, 1976. 309 p.

6.        BRANDÃO, Octávio. Combates e batalhas. vol. 1. São Paulo: Editora Alfa-Ômega, 1978. 406 p.

7.      CARONE, Edgard. A primeira república. São Paulo: Difusão Européia do Livro, 1973.

8.      .............................. O P.C.B. (1922 - 1943). vol. 1. São Paulo: Difel, 1982. 350 p.

9.      CHILCOTE, Ronald. O Partido Comunista Brasileiro: Conflito e integração. Rio de Janeiro: GRAAL, 1982, 413 p.

10.   COMITÊ CENTRAL, Partido Comunista do Brasil. 50 anos de luta. Rio de Janeiro: S.D. 1972.

11.   DEL ROIO, Marcos Tadeu. A Classe operária na revolução burguesa. (A política de alianças do PCB: 1928-1935). Belo Horizonte: Oficina de Livros, 1990. 338 p.

12.   DULLES, John W.Foster. Anarquistas e Comunistas no Brasil: 1900-1935. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1972. 448 p.

13.    FACÓ, Rui. A classe operária, 20 anos de luta. Folheto, 1945.

14.   FEIJÓ, Martin Cézar. Formação Política de Astrojildo Pereira: 1890-1920. 2ª edição. Belo Horizonte: Oficina de Livros, 1990. 120 p.

15.   FERREIRA LIMA, Heitor. Caminhos percorridos. São Paulo: Brasiliense, 1982. 303 p.

16.    HERNANDEZ, Leila Maria Gonçalves Leite. A Aliança Nacional Libertadora: ideologia e ação. Porto Alegre: Mercado Aberto, 1985. 80 p.

17.   KONDER, Leandro. A democracia e os comunistas no Brasil. Rio de Janeiro: Graal, 1980, 156p.

18.   KOVAL, Boris. A grande Revolução de Outubro e a América Latina. São Paulo: Editora Alfa-Omega, 1980. 205 .

19.                         História do proletariado brasileiro (1857 - 1967). São Paulo: Alfa-Ômega, 1982, 568 p.

20.                         Movimiento obrero en América Latina (1917-1959). Moscou: Ed. Progresso, 1985, 184p

21.    LOWY, Michael e outros. Introdução a uma História do Movimento Operário Brasileiro no século XX. Belo Horizonte: Vega, 1980. 111 p.

22.    LUSTOSA, Rogério. Um aniversário que merece comemoração. In: Tribuna da Luta Operária Nº 305. São Paulo: Editora Anita Garibaldi, 23.03.87 a 29.03.87. p. 5.

23.    MARÇAL, João Batista. Comunistas gaúchos. Porto Alegre: Tchê Editora, 1986. 178p.

24.    MARTINS, Eloy. Um Depoimento Político - 55 anos de PCB. Porto Alegre: s/ed, 1989, 227 p.

25.    MORAES, Dênis de e VIANA, Francisco. Prestes: lutas e autocríticas. Petrópolis/RJ: Vozes, 1982. 227 p.

26.    OLIVEIRA, Pedro de. Os Congressos do Partido através da História. In: A Classe Operária. São Paulo: abril de 1988, p. 2.

27.    PACHECO, Eliezer. O Partido Comunista Brasileiro. (1922-1964). São Paulo: Editora Alfa-Ômega, 1984. 235 p.

28.    PARTIDO COMUNISTA DO BRASIL. 70 anos do PCdoB. In: A Classe Operária, edição especial. São Paulo: 25.03.92.

29.   PEREIRA, Astrojildo. Ensaios históricos e políticos. São Paulo: Editora Alfa-Omega, 1979. 240 p.

30.   ________________ Formação do PCB - 1922/1928. Lisboa: Prelo Editora, 1976. 172 p.

31.   ________________ URSS, Itália, Brasil. Obras 1. São Paulo: Editora Novos Rumos, 1985. 158 p.

32.    POMPE, Carlos. Difusão e crescimento do marxismo no Brasil. In: Princípios Nº 29. São Paulo: Editora Anita Garibaldi. p. 39-43.

33.   REIS, Dinarco. A Luta de Classes no Brasil e o PCB. Vol. 1 São Paulo: Editora Novos Rumos, 1981. 176 p.

34.    RODRIGUES, Edgar. “O primeiro equívoco - 1919 - Partido Comunista do Brasil”. In: Nacionalismo e cultura social. Rio de Janeiro: Laemmert, 1972

35.    ROSITO, Irene Haas. O pensamento político de Abílio de Nequete. Porto Alegre: monografia PUC/RS, 1972.

36.    RUY, José Carlos. A tradição revolucionária do PCdoB. In: Princípios, Nº44. São Paulo: Editora Anita Garibaldi, Fevereiro/Março/Abril de 1997. p. 26-30.

37.    SEGATTO, José Antonio. Breve História do PCB. São Paulo: LECH, 1981, 115 p.

38.    SEGATTO, José Antônio, NETTO, José Paulo, AZEVEDO, Paulo César de, SACCHETTA, Vladimir. PCB Memória fotográfica: 1922-1982. 2ª ed. São Paulo: Brasiliense, 1982, 175 p.

39.    SODRÉ, Nelson Werneck. Contribuição à História do PCB. São Paulo: Global Editora,1984. 119 p.

40.    ____________________ A intentona comunista de 1935. Porto Alegre: Mercado Aberto, 1986. 120 p

41.   TRONCA, Ítalo. Revolução de 1930: a dominação oculta. São Paulo: Editora Brasiliense, 1993. 101 p

42.   VINHAS, Moisés. O Partidão: a luta por um Partido de Massas. São Paulo: Hucitec, 1982. 268 p.

43.   ZAIDAN FILHO, Michel. Comunistas em céu aberto. (1922-1930). Belo Horizonte: Oficina de Livros, 1989. 139 .

44.                          O PCB e a Internacional Comunista (1922-1929). São Paulo: Vértice, 1988. 132 p.

45.                         PCB (1922-1929). São Paulo: Global, 1985. 143p.

3 - Publicações sobre o Rio Grande do Sul:

1.        AITA, Carmen, AXT, Gunter, ARAÚJO, Vladimir. Parlamentares gaúchos das Cortes dew Lisboa aos nossos dias: 1821-1996. Porto Alegre: Assembléia Legislativa/RS, 1996, 231 p.

2.      BAKOS, Margaret Marchiori. Repensando o processo abolicionista Sul-Rio-Grandense. In: ESTUDOS IBERO-AMERICANOS. Vol. XIV, nº 2. Porto Alegre: PUC, dezembro 1988. p.117-138.

3.        BODEA, Miguel. A greve geral de 1917 e as origens do trabalhismo gaúcho. Porto Alegre: LPM, s/d 101 p.

4.      CARDOSO, Fernando Henrique. Capitalismo e escravidão no Brasil meridional. O negro na sociedade escravocrata do Rio Grande do Sul. 2ª ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1977, 303 p.

5.      CDE. A industrialização do Rio Grande do Sul. Porto Alegre: FEE, 1962.

6.      FAGUNDES, Lígia Ketzer e outros. Memória da indústria gaúcha (1889/1930).

7.      FEE. De Província de São Pedro à Estado do Rio Grande do Sul - Censos do RS (1803-1950). Porto Alegre: FEE, 1981, 332 p.

8.      GERTZ, René. Memórias de um Imigrante Anarquista.(Friedrich Kniestedt Porto Alegre: Escola Superior de Teologia e Espiritualidade Franciscana, 1989, 167 p.

9.                            Operários Alemães no Rio Grande do Sul (1920-1937) ou Friedrich Kniestedt foi um Imigrante Alemão. In: Revista Brasileira de História. Vol. 6, nº 11. São Paulo: Editora Marco Zero-ANPUH, 1986. p.75-84.

10.    HERRLEIN JR., Ronaldo e DIAS, Adriana. Trabalho e Indústria na Primeira República: um Ensaio de Análise Comparativa entre as Sociedades do Rio Grande do Sul e de São Paulo. In: Ensaios FEE. Porto Alegre: Ano 14, Nº1. p. 255-298.

11.   KLIEMANN, Luiza H.S. A articulação da oposição gaúcha (1924-1930). In: ESTUDOS IBERO-AMERICANOS. Vol. VII, nº 1-2. Porto Alegre: PUC, julho e dezembro 1981. p. 89-100.

12.   LAGEMAN, Eugênio. A industrialização no Rio Grande do Sul (um estudo histórico). Porto Alegre: FEC/UFRGS - IEPE, datilografado, 1978. (relatório de pesquisa)

13.   LEWIS, Márcia. A presença dos industriais na política riograndense durante a República Velha. In: ESTUDOS IBERO-AMERICANOS. Vol. VII, nº 1-2. Porto Alegre: PUC, julho e dezembro 1981. p. 73-80.

14.   LEONHARDT, Elise Maria. O movimento operário no Rio Grande do Sul no período de 1920-1923: as atitudes da burguesia e do Estado diante das greves. Porto Alegre: monografia de conclusão de Curso de Especialização, História/UFRGS, 1983.

15.   LOVE, Joseph L. O regionalismo gaúcho e as origens da revolução de 1930. São Paulo: Editora Perspectiva, 1975. 282 p.

16.    MARÇAL, João Batista. Primeiras lutas operárias no Rio Grande do Sul. Porto Alegre: Livraria do Globo, 1985. 146 p.

17.                                    A primeira greve contra uma multinacional no RS. S.D. Xerox.

18.                                    Reflexos da Revolução Russa no Rio Grande do Sul. S.D. Xerox.

19.    MERTZ, Marli. A burguesia industrial gaúcha e suas tentativas de organização: de suas origens a 1930. In: Ensaios FEE. Porto Alegre:  Ano 12, Nº2, 1991. p. 422-444.

20.   PASTORISA Jardim, Jorge Luiz. Comunicação e militância. A imprensa operária do Rio Grande do Sul 1892-1923. (Dissertação de Mestrado em História na Pontifícia Universidade Católica / RS). Porto Alegre: PUCRS, 1990.

21.   PESAVENTO, Sandra Jatahy. Emergência dos subalternos - Trabalho livre e ordem burguesa. Porto Alegre: Editora da Universidade - FAPERGS. 1989.

22.                              História do Rio Grande do Sul. 4ª edição. Porto Alegre: Mercado Aberto, 1985. 141p

23.   PETERSEN, Sílvia Regina Ferraz e LUCAS, Maria Elizabeth. Antologia do movimento operário gaúcho - 1870/1937. Porto Alegre: Editora da Universidade, UFRGS - TCHÊ, 1992. 488p.

24.   PETERSEN, Silvia Regina Ferraz. “As greves no Rio Grande do Sul (1890-1919)”. In: RS: Economia e Política. Porto Alegre: Mercado Aberto, 1979.

25.                                      O Anarquismo no Rio Grande do Sul na Primeira República. In: Revista Instituto de Filosofia e Ciências Humanas. V. 15 Porto Alegre: UFRGS, 1991-1992. P. 127-147.

26.   ROCHADEL, Elizabeth e BARRERAS, Maria José. PRP-A coesão interna (1882-1929). In: ESTUDOS IBERO-AMERICANOS. Vol. VII, nº 1-2. Porto Alegre: PUC, julho e dezembro 1981. p.211-216.

27.   RODRIGUES, Edgar. “Congressos operários estaduais no Rio Grande do Sul”. In: Alvorada operária. Rio de Janeiro: Mundo Livre.

28.                                       O 2º Congresso Operário do RGS”. In: Nacionalismo e cultura social. Rio de Janeiro: Laemmert, 1972.

29.                                   “O 4º congresso operário do Rio Grande do Sul visto por Domingos Passos” In: Alvorada operária. Rio de Janeiro, Mundo Livre, 1979.

30.   RÜDIGER, Francisco Ricardo. O proletariado gaúcho e a revolução federalista. In: ESTUDOS IBERO-AMERICANOS. Vol. XVII, nº 1. Porto Alegre: PUC, julho 1991. p.37-46.

31.    SILVA JR., Adhemar Lourenço da. A Greve Geral de 1917 em Porto Alegre. In: Revista Anos 90, n.5. Porto Alegre, julho de 1996. p. 183-205.

32.    SILVA, Felipe Rodrigues da. O surgimento da indústria na economia Rio-Grandense. Porto Alegre: FCE/UFRGS, datilografado, 1990. (monografia de bacharelado em Ciências Econômicas)

33.    THADDEU, Vera Lúcia Tromer. Transcrição das notícias compiladas no Correio do Povo no período de 1920 a 1923 sobre a organização e as greves do operariado riograndense. Porto Alegre: IFCH/UFRGS, datilografado, 1981. 52p. (monografia de bacharelado em História).

34.    TARGA, Luiz Roberto Pecoits. As diferenças entre o escravismo gaúcho e o das plantations do Brasil! - incluindo no que e porque discordamos de FHC In: Ensaios FEE. Porto Alegre:  Ano 12, Nº 2, 1991. p.445-480.

35.   VIOLA, Solon Eduardo Annes. Considerações sobre o movimento operário no início da década de 20. Porto Alegre: FFCSH/UFRGS, 1983. (monografia de especialização em História).

36.    VIZENTINI, Paulo Gilberto Fagundes. A crise dos anos 20. Porto Alegre: Editora da Universidade - UFRGS, 1992, 79 p.

37.   ________________________________ O Rio Grande do Sul e a política nacional: as oposições civis na crise dos anos 20 e na revolução de 30. 2ª ed. Porto Alegre: Martins Livreiro, 1985. 224 p.

 

4 - Publicações sobre o Brasil:

1.      ANDRADE, Pedro de. Encontros da classe trabalhadora de 1906 até a CONCLAT - 1981. São Paulo: Quilombo, 1981. 112 p.

2.      BASBAUM, Leôncio. História Sincera da República - de 1889 a 1930. São Paulo: Fulgor, 1968, 316p

3.      CARONE, Edgard. Movimento operário no Brasil. (1877-1944). v I. São Paulo: DIFEL, 1984. 486 p.

4.                             Os primórdios do movimento operário no Brasil (1820-1914). In: Princípios Nº 42. São Paulo: Editora Anita Garibaldi, Agosto/Setembro/Outubro de 1996.

5.                            Revoluções do Brasil contemporâneo. 1922-1938. São Paulo: Ed. São Paulo, 1965,174 p

6.      CATTANI, Antônio David  A ação coletiva dos trabalhadores. Porto Alegre: S.M. Cultura-Palmarinca, 1991. 166

7.        DEL ROIO, José Luiz. 1º DE MAIO. Sua origem, seu significado e suas lutas. São Paulo: Global Editora, 1986. 160 p

8.        DIAS, Everardo. História das lutas sociais no Brasil. São Paulo: Edaglit, 1962, 333 p.

9.      ERICKSON, Kenneth Paul. Sindicalismo no processo político no Brasil. São Paulo: Brasiliense, 1979. 240p.

10.   ESTATÍSTICA, Diretoria Geral. Recenseamento do Brasil - 1920. Rio de Janeiro: Ministério de Agricultura Indústria e Comércio, 1927.

11.   FERREIRA, Maria Nazareth. A imprensa operária no Brasil. 1880-1920. Petrópolis: Vozes, 1978. 164 p.

12.   FONSECA, Pedro Cezar Dutra. Vargas: o capitalismo em construção. 1906 -1954. São Paulo: Brasiliense, 1987.483 p.

13.   FREDERICO, Celso. A Esquerda e o movimento operário. 3 vol.

14.                                      A Vanguarda Operária. São Paulo: Símbolo, 1979.

15.   GOMES, Ângela Maria de Castro. Burguesia e trabalho: política e legislação social no Brasil, 1917 - 1937. Rio de Janeiro: Campus, 1979. 318 p.

16.   LINHARES, Hermínio. Contribuição à história das lutas operárias no Brasil. 2ª ed. São Paulo: Alfa-Omega, 1977. 98 p.

17.    MARX, Karl e ENGELS, Friedrich. Contribuição para uma história da América Latina. São Paulo: Edições Populares, 1982, 183 p.

18.    MUNAKATA, Kazumi. A legislação trabalhista no Brasil. 2ª ed. São Paulo: Brasiliense, 1984. 112 p

19.   NEGRO, Hélio e LEUENROTH, Edgard. O que é o Maximismo ou Bolchevismo. [1919] São Paulo: Editora Semente, s/d, 80 p.

20.   PETERSEN, Silvia Regina Ferraz. Origens do 1º de maio no Brasil. Porto Alegre: Editora da Universidade/UFRGS, 1981.

21.   PINHEIRO, Paulo Sérgio de M. S. Política e trabalho no Brasil. (Dos anos vinte a 1930). 2ª ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1977. 191p.

22.   PRADO JÚNIOR, Caio. História Econômica do Brasil. São Paulo: Brasiliense, 1949, 332 p.

23.   RODRIGUES, Edgar. Alvorada Operária. Rio de Janeiro: Mundo Livre, 1979.

24.                                  Socialismo e Sindicalismo no Brasil. Rio de Janeiro: Laemmert, 1969, 346p

25.                                  Trabalho e conflito. Pesquisa 1906 - 1937. Rio de Janeiro: Editora Arte Moderna, s/d, 378 p.

26.   SADER, Eder e outros. Introdução a uma História do movimento operário brasileiro no século XX. Belo Horizonte: Vega, 1980. 112 p.

27.   SEGATTO, José Antonio. A Formação da Classe Operária no Brasil. Porto Alegre: Mercado Aberto, 1987, 99 p.

28.    SODRÉ, Nelson Werneck. História da Imprensa no Brasil. Rio de Janeiro: GRAAL, 1977,583 p.

TADEU, Juarez. 1917-1987: Reflexos da Revolução no operariado brasileiro. In: Tribuna da Luta Operária Nº337. São Paulo: Editora Anita Garibaldi, 09.11.87 a 15.11.87, p 5.

O Partido Comunista do Brasil no Rio Grande do Sul -1922-1929

 


TOPO